top of page

(IN)VARIANTE EM CENA

O Bar Ocidente será palco para "Rinocerontes, pestes e assassinos", tudo isso dentro de ações performativas presenciais e vídeo-performances dos alunos do Curso de Formação de Atores das Casa de Teatro - Mas por favor, não se assuste, a gente explica melhor isso tudo.



A Casa de Teatro de Porto Alegre, forma mais um elenco, junto ao Curso de Formação de Atores, chamado "(in)VARIANTE: Rinocerontes, Pestes e Assassinos". A Turma manhã-2021 desenvolveu um trabalho híbrido, que parte de um vídeo-performance, e que será interferido por ações performativas presenciais do elenco, ocupado espaços do Bar Ocidente, dentro da programação do Projeto Espaçonave, realizado pelo Teatrofídico, criado por Renato Del Campão e coordenado por Eduardo Kraemer.


Usando como referência a obra O Rinoceronte de Eugène Ionesco, transpondo a ideia de uma epidemia sistêmico-social descrita pela dramaturgia para os dias de hoje, traçando paralelos entre a trama, os personagens e o contexto social durante uma pandemia e o Brasil em 2022. Nas discussões propostas pelo texto, o elenco mergulha em um universo de abstrações subjetivas, encontrando atmosferas que se relacionam com o movimento do teatro do absurdo, proporcionando uma experiência em que a plateia preencha com suas referências outras narrativas relacionadas com a situação: uma epidemia que transforma pessoas em quimeras. Para isso, a parceria entre Bar Ocidente, Teatrofídico e Casa de Teatro de Porto Alegre traz um sentido maior para o trabalho, que corporifica os questionamentos da invenção artística com o histórico de resistência e produção artística de cada envolvido, e tudo o que representa suas existências para a cidade de Porto Alegre e seus artistas. A estética da encenação absorve as máscaras e todos as medidas restritivas da pandemia como conceito de pesquisa e elaboração, pontuando questões em que se ressignificam em 2022 a obra de Ionesco.


Inspirado no texto de Eugène Ionesco, sobre uma pequena cidade, que tem a tranquilidade alterada após o surgimento de um rinoceronte correndo pelas ruas. A encenação faz uma transposição análoga para um Brasil de 2021, sobre opressões camufladas de opiniões, polarização, crises sanitárias e políticas, em cruzamento de pandemia biológica e sistêmica-social.


Data: 20 e 27 de abril

Horário: duas sessões por dia, às 18h45 e às 20h45

Local: Bar Ocidente – Rua Osvaldo Aranha, 960.


Os ingressos antecipados estão a venda aqui:



Direção: Carlota Albuquerque, Everton Rodrigues, Larissa Sanguiné

Design de Som e Arranjos Musicais: Everton Rodrigues

Orientação: Zé Adão Barbosa, Denis Gosch, Everton Rodrigues, Filipe Matzembacher, Francisco Gick, Larissa Sanguiné e Marcio Reolon

Textos: Eugène Ionesco, Alan Turing, Paul Preciado e Elenco

Dramaturgia: Larissa Sanguiné, Ana Clara Tittoni, Carlos Fernando, Fae de Souza, Evyn Goulart, Nina Braga, Zeca Neto.

Elenco: Ana Clara Tittoni, Carlos Frizzo, Evyn Goulart, Fae de Sousa, Isabella Magedanz Pesce, Laysa Mary, Micka Pecktor, Nina Braga, Paula Quirino, Petterson Procópio e Zeca Neto.

Captação e Edição de Imagens: Pablo Montiel e Victória Sanguiné

Assistência de captação de Imagem: Victor Souza

Captação e Edição de Áudios: Everton Rodrigues

Criação de Figurino: Larissa Sanguiné e Thais Diedrich

Monitoria: Carla Freitas, Clara Pohlmann, Laura Silveira, Leandra Krüger, Mariana Aguiar, Pablo Montiel e Victória Sanguiné

Direção de produção: Juliana Kersting

Assistência de produção: Thainan Rocha

Divulgação: Casa de Teatro de Porto Alegre e o Elenco

Divulgação nas Redes Sociais: Nathália Severo

Divulgação e Assessoria de imprensa: Liane Strapazzon

Sócio Fundador: Zé Adão Barbosa

Sócia Administradora: Ana Cristina de Oliveira

Coordenação Pedagógica: Larissa Sanguiné

Gerência Administrativa: Carla Cézar

Gerência Financeira: Silvana Maia

Secretaria e Comercial: Helena Sá e Cássio Caetano

Realização: Casa de Teatro de Porto Alegre

49 visualizações0 comentário

コメント


bottom of page