top of page

Novidade na EntreAtos Play

Espetáculo "Útero" ficará disponível para locação em janeiro. A obra do Coletivo Teatro da Crueldade propõe o debate sobre os conflitos, pulsões e fantasias da mulher contemporânea.


A partir do dia 21 até dia 30 de janeiro, o público poderá locar a obra "Útero", que estará disponível na EntreAtos Play. A peça é um solo de Karine Paz, com direção de Marcelo Restori, criação cinematográfica de Fredericco Restori e produção de Fábio Cunha. Um Espetáculo híbrido e sensorial, que mescla teatro, performance, dança, cinema em ambiente virtual, colocando a arte como veículo de empoderamento e reflexão sobre a mulher em nossa sociedade.


Foto: Márcio Garcia.

Útero representa as mulheres, porque é, simbolicamente, a casa da alma feminina, capaz de parir a própria mulher, gestando seus sonhos e concebendo projetos. Uma morada na qual todas as mulheres podem se acolher, por ser o lugar de onde todos viemos.



Ficha Técnica:

Elenco: Karine Paz.

Direção: Marcelo Restori.

Direção de fotografia e montagem: Fredericco Restori.

Design gráfico: Reinvento Studio.

Fotos: Márcio Garcia.

Divulgação: Karine Paz e Kleber Sabóia.

Produção: Karine Paz e Fábio Cunha.

Apoio Barracão Cultural da zona leste


Quando?

De 21 a 30 de Janeiro


Como assistir?

Alugue e assista direto no site a partir de 21/01.


Quanto ?

R$ 24,99 (você terá 48h para assistir a obra, a partir do momento da locação).



Sobre o espetáculo:

Útero não é teatro, nem cinema, apesar de carregar ambas as linguagens em seu DNA e ousar em experimentações sensoriais, como preconiza Artaud. Útero é um "assombro estético", "um vulcão de imagens" capaz de envolver o espectador numa experiência única de uma potente narrativa simbólica gerada por um corpo poético para expor uma estética ousada - "terrivelmente bela" - repleta de surpreendentes experimentações visuais, engendrada por uma delicada erupção de sentimentos, na qual se fundem as memórias e fantasias de uma mulher, confrontada por seus desejos e dores para compor um mundo gerado pela ótica feminina.

Os dados assustadores divulgados pela pesquisa do Instituto Datafolha encomendada pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP) e divulgada em 07\06\2021, revelou que cerca de 17 milhões de mulheres (24,4%) sofreram violência física, psicológica ou sexual no último ano.

Isso demonstra a relevância social do assunto abordado no espetáculo, de forma artística, pelo espetáculo Útero, que coloca a arte como veículo de empoderamento e reflexão sobre esta sociedade patriarcal.


Assista ao teaser aqui:


43 visualizações0 comentário
bottom of page