top of page

Festival Internacional de Comédia está com inscrições abertas até 9 de agosto

Projeto Bobo foi contemplado com o edital Criação e Formação – Diversidade das Culturas, realizado pela Fundação Marcopolo e Secretaria da Cultura do RS


“Mais amor e bom humor, por favor!” é o que pede o BOBO – Festival Internacional de Comédia. Com inscrições abertas até 9 de agosto, o evento busca privilegiar o protagonismo das diversidades no humor brasileiro através de uma programação online e gratuita com 20 atrações em formato de esquetes cômicas junto de espetáculos e atividades formativas da arte do clown e da bufonaria.

O festival irá selecionar os artistas que irão compor as noites temáticas “Mostra Sua Cara”, como foco na comédia LGBTQIA+; a “Afronight”, direcionada ao humor produzido por comediantes pretos; a “Olha elaaa!”, mostra com protagonismo exclusivamente feminino; a “Stand up Comedy Show”, para o gênero da comédia em pé; e “Show de Variedades”, que irá aglutinar variadas manifestações cômicas. Os interessados poderão enviar seu material em vídeos de 5 a 20 minutos ou então descrever seu número artístico por meio de um roteiro. O Júri Popular decidirá os melhores de cada categoria com a entrega do Troféu BOBO, além de uma estatueta exclusiva para o público da internet, que poderá participar desta edição produzindo conteúdo para as redes sociais.


Gabriel Botelho, diretor geral, comenta sobre a importância do projeto: “A cura pelo riso é o melhor remédio para os tempos tristes em que estamos vivendo, sem sombra de dúvidas. Este festival surge como alívio cômico, onde formas antigas e novas de comédia se encontram para nos lembrar da potência do humor em transformar a realidade. Nós brasileiros sabemos disto muito bem, afinal a internet é um lugar que conquistamos diariamente com a nossa infinita capacidade criativa - somos os reis dos memes! Por isto queremos celebrar a singularidade da comédia brasileira criando espaços de representatividade que deem evidencia às diversidades. O BOBO é um lugar para todo o tipo de graça, seja ela vinda do palco, da rua ou da web".

Idealizado pelo Grupo Borogodó e co-produzido pela 5 Atos Produções, ambos de Porto Alegre, o projeto foi contemplado pelo edital Criação e Formação – Diversidade das Culturas, realizado pela Fundação Marcopolo e Secretaria da Cultura do RS através dos recursos da Lei nº 14.017/2020, a Lei Aldir Blanc. A programação oficial conta com medidas de inclusão e acessibilidade e estará disponível no mês de setembro nas plataformas digitais.

O regulamento pode ser acessado no site grupoborogodo.com.br junto do formulário de inscrição.

Serviço:

BOBO – Festival Internacional de Comédia

Inscrições: 26 de julho a 9 de agosto no site www.grupoborogodo.com.br

Período do festival: 16 a 25 de setembro

Realização: Grupo Borogodó

Produção executiva: 5 Atos Produções

Sobre o Grupo Borogodó

O Grupo de Teatro Borogodó surgiu no final de 2016, criado por pelos atores Gabriel Botelho e Junior Sifuentes. Desde então vem em constante produção teatral e pedagógica, criando e encenando “O Misterioso Segredo das Pequeninas Grandes Coisas”, primeiro espetáculo infanto-juvenil brasileiro a falar do rompimento da barragem de Fundão em Mariana, Minas Gerais, ocorrido no ano de 2015 e que tristemente eternizou o rio Doce na memória de nosso país. Já apresentou esta encenação para um público de mais de 20 mil pessoas em inúmeros municípios gaúchos, participando de eventos importantes como a Feira do Livro de Porto Alegre e a Virada Sustentável. O Grupo realiza atividades formativas na área do teatro e do circo em espaços como a Casa de Cultura Mario Quintana e o Centro Cultural CEEE Erico Veríssimo, formando mais de 120 alunos nos últimos dois anos, Traz em sua trajetória a pesquisa e a produção interdisciplinar, escrevendo diversas encenações e espetáculos adultos e infantis consistentes. Atualmente desenvolve atividades formativas virtuais devido à pandemia e está em fase de criação dos espetáculos “Viagem ao Centro da Terra” e “A Volta ao Mundo em 80 dias”, livremente inspirados na obra homônima de Júlio Verne.

15 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page